revista

esportes

tv

famosos & etc

vídeos

ASSINE JÁ
CENTRAL
E-MAIL
Entrar >
02/06/2019 10h11 – Atualizado em 04/08/2019 13h21

O que você sabe sobre acne e o que ainda pode saber ?

(1733 Votos)
5/5
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
acne
Programa Bem Estar debate cura dos sintomas da menopausa

Entender sobre suas causas e mecanismos de ação é crucial para alcançar eficiência nos protocolos e associações cosméticas empregadas 
De acordo com a sociedade brasileira de dermatologia, a acne é considerada a patologia de pele mais comum.

Embora não prejudique a saúde geral do indivíduo, pode acarretar prejuízos na saúde emocional, principalmente quando surge na fase da adolescência. Além disso, um dos principais responsáveis pelo surgimento das alterações que levam à acne são os hormônios sexuais, que começam a ser produzidos na puberdade e ativam as glândulas sebáceas, iniciando o seu funcionamento.

As glândulas sebáceas existem na pele desde o nascimento, mas são os andrógenos e estrógenos (hormônios sexuais) que desencadeiam o seu funcionamento na puberdade. Uma vez ativas, estas glândulas passam a lubrificar a pele e o couro cabeludo, o que também pode gerar oleosidade.

Os principais sintomas desta patologia incluem a formação de:

Comedões: Conhecidos como cravos, são lesões não inflamatórias decorrentes do acúmulo de queratinócitos e sebo no folículo pilo sebáceo. Os comedões podem surgir de duas maneiras: fechados, onde a lesão arredondada é esbranquiçada ou da cor da pele do indivíduo; e abertos, caracterizados por lesões escurecidas devido a oxidação da massa de queratina e sebo, que deixam a pele propícia à proliferação da bactéria P. Acnes e ao surgimento de lesões inflamatórias.

Pápulas: As pápulas caracterizam presença inicial da inflamação, e são lesões sólidas, sem pus e com presença de eritema e dor leve a moderada. Manipulá-las pode acarretar em cicatrizes depressivas e hiperpigmentação.

Pústulas: Consideradas uma evolução da pápula, classificam-se como inflamação mais intensa capaz de atingir o folículo mais profundamente. Nela, há a formação de pus, após o processo de fagocitose das bactérias que atingiram o folículo. É possível realizar a remoção de maneira cuidadosa, para evitar cicatriz depressiva.

Nódulos: São lesões maiores e são ocasionadas pelo rompimento dos comedões em níveis mais profundos da pele. Apesar das diversas discussões acerca do tema, seu tratamento deve ser iniciado o mais precocemente possível, a fim de evitar manchas pigmentares e cicatrizes residuais no tecido.
A prevenção se dá por meio da adequada higienização da pele através do uso de produtos específicos. Não devem ser manipulados.

como acabar com acnes
como acabar com acnes

De acordo com a quantidade e a gravidade destas lesões, a acne pode ser classificada em 5 graus:

Grau ❶: Acne não inflamatória. Há presença de comedões abertos, fechados e ocasionalmente algumas pápulas e pústulas.

Grau ❷: Presença de comedões abertos e fechados, pápulas e pústulas mais predominantes e frequentes. A oleosidade é maior neste grau da acne.

Grau ❸: Todas as lesões anteriores com a presença ocasional de nódulos e cistos.

Grau ❹: Conhecida também como acne conglobata, o Grau 4 apresenta lesões ainda maiores e numerosas. É comum provocar queloides.

Grau ❺: Acne fulminante. É a forma mais rara e abrupta da acne. Causa alterações na saúde geral do indivíduo, que normalmente apresenta febre, aumento de leucócitos e hemorragias.

Existem também outros tipos de acne, como a medicamentosa, cosmética, ocupacional e mecânica. Todas apresentam as mesmas lesões citadas. Contudo, o mais importante é analisar cada caso, e assim tratar não somente as lesões, mas também a causa da patologia. Essas lesões podem acometer também o couro cabeludo e provocar a queda de cabelos.

Fique atento! 
A exposição solar pode provocar uma falsa melhora no quadro da acne, devido a sua ação secativa temporária. Todavia, longos períodos de exposição ao sol provocam aumento da secreção sebácea e piora a longo prazo da patologia.
A hidratação da pele oleosa também é importante, pois ajuda manter o equilíbrio do manto hidrolipídico, e reduzir a oleosidade e a descamação. Utilizar cosméticos adequados é a principal ferramenta para qualquer tratamento estético.

Oriente o cliente a não lavar a região muitas vezes ao dia, pois pode sensibilizar a pele. O ideal é realizar limpeza em até duas vezes ao dia, e não esquecer de remover a maquiagem. As toalhas e fronhas devem ser trocadas, preferencialmente, diariamente, para evitar assim a proliferação de bactérias e novas lesões. É importante também não compartilhar esses itens com outras pessoas.

Apesar de muitos produtos e ativos prometerem auxiliar no tratamento da acne, é importante conhecer o mecanismo e ação destes princípios para validar a indicação dos produtos e do tratamento.

Ácido Salicílico: Induz a renovação celular e regula a oleosidade da pele. Ajuda a desobstruir os óstios e tem ação anti-inflamatória. É o esfoliante químico mais indicado para peles oleosas e com acne.

Extrato Betulínico: Derivado das folhas da planta Betula alba L., tem ação sebo-reguladora e antisséptica, reduz a irritabilidade da pele e controla a oleosidade cutânea e proliferação de bactérias patogênicas que contribuem para o surgimento da acne.

Extrato Boswéllico: Derivado de uma árvore originária da Índia, o Extrato Boswéllico possui propriedades cicatrizantes, adstringentes, antissépticas e também anti-inflamatórias.

Extrato Ursólico: O extrato da planta Arctostaphylos uva-ursi apresenta altas taxas de taninos e ácidos orgânicos, principalmente os ácidos cafeíco, salicílico e ursólico. Ajuda na prevenção de novas lesões e possui propriedades anti-inflamatórias, cicatrizantes e suavizantes.

Argila Verde: Rica em zinco, a argila verde promove redução de oleosidade, absorção de toxinas, impurezas e aumento do sistema imunológico, contribuindo para a redução da formação de lesões.

Melaleuca: Com propriedades antifúngicas e bactericidas, apresenta ação potencializada pela disponibilidade do ativo, que é encapsulado em ciclodextrina. Reduz a proliferação de microorganismos na superfície da pele.

Lembre-se!
Conhecer os mecanismos de ação dos ativos utilizados no tratamento da acne contribui diretamente para o sucesso e eficiência dos protocolos e associações cosméticas empregadas.

11 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Esse conteúdo não recebe mais comentários.

Tereza Soares

Há 2 dias

Super indico Elalib! Depois que comecei a tomar, meus sintomas de calorão, ansiedade e insônia praticamente desapareceram! Estou muito feliz e pretendo continuar usando!

Rita Fraga

Há 3 dias

Depois que eu conheci o Elalib minha vida mudou completamente, se eu soubesse que funcionava tão bem já tinha comprado antes.

Marcia Silva

Há 2 dias

Comprei o meu ontem e estou ansiosa pela chegada para começar a usar!

Maria Clara​​

Há 2 dias

quais os sintomas tinha? Já toma a quanto tempo?

Lúcia Coelho

Há 3 dias

Comprei semana passada e paguei bem mais caro, se eu soubesse dessa promoção antes, rsrsrs. Mas mesmo assim acredito vai valer a pena!

Maria Clara

Há 4 dias

Esse produto é M A R A V I L H O S O! Sofri muito com a menopausa. Não tinha paciencia com ninguém. Meu marido não me aturava mas. Só com o elalib que minha vida mudou, estou com a auto-estima mil.

Rosa Intropidi

Há 4 dias

Maria quais os sintomas você tinha? Já toma a quanto tempo?

Maria Clara​

Há 2 dias

Nossa Rosa… muito calor, ressecamento, falta de vontade de fazer as coisas e até namorar. já estou no 5 mês, mas comecei a sentir uma melhora considerável com duas a três semanas

Sandrinha Machado

Há 2 semanas

Eu vi esse produto em uma propaganda de TV e resolvi comprar pra experimentar, pq sentia muita dor de cabeça, nervosismo, suava frio… Os 3 potes chegaram semana passada e em uma semana de uso já estou me sentindo melhor

Regina Carvalho

Há 1 semana

Ja tentei de tudo, até chá de folha e nada funciona por mais de uma semana. Estou tomando esse Elalib faz duas semanas e estou me sentindo ótima… Totalmente diferente de tudo que ja tentei, to muito feliz

Sandra Lima

Há 4 dias

Nossa eu também sentia muita dor de cabeça e ficava irritada, depois que comecei a tomar Elalib isso tudo acabou!

Get Latest News & Updates